Você está vendo O que é Volatilidade?

O que é volatilidade?

Tempo de leitura: 2 minutos

Em finanças, a volatilidade descreve a rapidez e a intensidade com que o preço de um ativo muda. Geralmente é calculado em termos de desvios padrão o retorno anual do ativo durante um período de tempo especificado. Por ser uma medida da velocidade e do grau das mudanças de preço, a volatilidade é freqüentemente usada como uma medida eficaz do risco de investimento de qualquer ativo.

conteúdo

Volatilidade em mercados tradicionais

A volatilidade é discutida com mais frequência no mercado de ações e, devido à sua importância na avaliação de risco, existem sistemas estabelecidos nos mercados tradicionais (chamados índices de volatilidade) para medir e potencialmente antecipar os níveis de volatilidade futuros. Por exemplo, o Índice de Volatilidade (VIX) da Chicago Board Options Exchange é usado no mercado de ações dos Estados Unidos. O índice VIX usa os preços das opções de ações S&P 500 para medir a volatilidade do mercado em uma janela de 30 dias.

Embora principalmente associada a ações, a volatilidade também é importante em outros mercados tradicionais. Em 2014, o CBOE lançou um novo índice de volatilidade para títulos do Tesouro dos EUA de 10 anos que mede a confiança dos investidores e o risco no mercado de títulos. Embora existam poucas ferramentas para medi-la, a volatilidade também é um componente crítico para avaliar oportunidades no mercado de câmbio.

Volatilidade nos mercados de criptomoedas

Como em outros mercados, a volatilidade é uma medida importante de risco nos mercados de criptomoedas.

Devido à sua natureza digital, seu atual baixo nível de regulamentação (Santa Descentralização) e o pequeno tamanho do mercado, as criptomoedas são muito mais voláteis do que a maioria das outras classes de ativos.

Esse nível mais alto de volatilidade é parcialmente responsável por alimentar o interesse de massa em investimentos em criptomoedas, pois permitiu que alguns investidores obtivessem grandes retornos em períodos relativamente curtos de tempo. A volatilidade nos mercados de criptomoedas provavelmente diminuirá no longo prazo, como resultado da adoção e crescimento mais amplo do mercado, juntamente com mais regulamentação.

À medida que os mercados de criptomoedas se tornaram mais maduros, os investidores ficaram mais interessados ​​em medir sua volatilidade. Por esse motivo, os índices de volatilidade agora existem para algumas das principais criptomoedas. O mais notável é o Índice de Volatilidade do Bitcoin (BVOL), mas existem índices de volatilidade semelhantes para rastrear outros mercados de criptomoedas, incluindo Ethereum e Litecoin.